A ambivalência do livro cinco

Olá!
O que vocês acharam de Harry Potter e a Ordem da Fênix? J.K.Rowling fala um pouco sobre o 5º volume da série abaixo, num trecho da entrevista feita por Melissa Anelli.
Como aqueles que leram Harry e seus fãs sabem, Harry Potter e a Ordem da Fênix não é o livro favorito na série. Eu achei difícil me divertir com ele da mesma forma como eu me diverti com todos os outros. Jo e eu começamos a falar sobre isso durante a entrevista e isso se transformou numa discussão mais longa sobre o enredo, as armadilhas e a quase resolução daquele livro. Eu espero que vocês gostem!
J.K.Rowling: Depois daquele fim em Harry Potter e o cálice de fogo, que final poderia surpreender no cinco? Eu sabia como terminar o seis e o sete! [risos]. Essa foi outra dificuldade com o cinco.
Melissa Anelli: Não existe um vencedor claro em Harry Potter e a Ordem da Fênix.
JKR: Não existe uma solução precisa. Pela primeira vez você termina em um verdadeiro infortúnio. Quer dizer, Voldemort voltando é uma horrível virada nos acontecimentos, mas Harry volta, Harry sobrevive. No quinto, é tudo muito mais sombrio, realmente esse é o tom do livro inteiro. Nós ganhamos na medida em que impedimos Voldemort de obter toda a informação – mas perdemos Sirius. Então, pela primeira vez, você faz uma análise de custo/benefício e vê que não é tão bom. O saldo não era realmente muito bom.
MA: Você ficou preocupada sobre como os leitores iriam reagir?
JKR: Eu definitivamente sabia. Eu acho que, de um modo geral, na série este é o livro mais sombrio por conta do que está acontecendo com Harry internamente. Porque você sempre vê o mundo através dos olhos de Harry, apesar de não ser uma narrativa em primeira-pessoa. O humor dele, o clima interno dele afeta tudo. Então, assim que ele aparece lutando no seis, é como se o sol de certa forma aparecesse, e embora o mundo ao redor dele seja difícil, agora ele está imbuído desse espírito “gung-ho” [determinado], eu acho que o clima melhora enormemente.
Eu não me preocupei tanto, como eu sempre procurei não me preocupar. Essa é uma questão à qual eu realmente não estou presa. Eu só penso “Eu tenho que escrever o que quero escrever”. Você não deve ser afetada pela popularidade ou pela impopularidade neste sentido. É errado. Você tem que escrever o que quer escrever, contar a sua história. E eu sempre quis que Harry passasse por uma fase em que… ele teria que se perguntar, sozinho no escuro. Por que eu? Por que tem que ser comigo? Eu iria. Qualquer um iria. Claro, em muitos aspectos é altamente improvável que ele chegasse tão longe quanto ele chegou sem ter um colapso, e é improvável que ele não tivesse um colapso ainda maior.
Eu me lembro de ter falado sobre isso com Dan Radcliffe. Nós estávamos falando sobre a culpa dos sobreviventes, os sentimentos confusos em relação a Cedric e do terrível isolamento. Porque Ron e Hermione são as pessoas que melhor podem entender, mas eles não são “o escolhido”, eles não têm a cicatriz para estar totalmente só…
[Risos] Taaaaaalvez… alguns dos meus sentimentos sobre a minha situação possa ter vazado para dentro de Harry em certa medida, me ouvindo falar assim, mas não estou certa. Eu sempre planejei que ele teria este deslize entre insegurança e raiva e que então ele voltaria novamente firme para o sexto. Porque o sexto e o sétimo são tão intimamente ligados, eu acho que você pode ver isso agora. Você desliza do fim do sexto e realmente vai direto para o sétimo. Eu não acho que exista uma grande mudança emocional em Harry entre o sexto e o sétimo. Você concordaria?
MA: Até mais da metade do livro sete.
JKR: Sim, aí tudo despenca absolutamente e então Harry é um guerreiro solitário, que na verdade é o que nós esperamos na tradição desta literatura, não é? Nós esperamos que chegue um momento quando todos ao redor têm que cair.
A outra coisa interessante no cinco é que ele é o único livro onde Harry permanece rodeado até o fim. Isso foi deliberado porque ele se sente tão isolado durante o livro todo e então no finalzinho – e eles mostraram isso muito bem no filme – chega esse momento em que ele se dá conta de que aquelas pessoas estão firmes com ele, então pela primeira vez ele não está sozinho na cena da grande luta. Essa foi uma inversão deliberada. Antes, ele era uma pessoa mais feliz e acabou sozinho. Desta vez, ele precisava de apoio e conseguiu. Novamente, isso pode ter tirado ligeiramente a emoção do final, porque é muito gratificante ver o herói sozinho.
O que acharam?
Aproveito e pergunto, qual é o seu livro favorito da série e por quê?
** Esses são os últimos dias do blog. Vamos atualizá-lo até domingo, dia 8 de maio. Fiquem ligados e participem!
Anúncios
Esse post foi publicado em Curiosidades e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A ambivalência do livro cinco

  1. Bem, o pior (ou melhor) é que o meu livro favorito é a ordem da fênix! (risos).
    Sei lá… ele é bem mais sério e me deixou com uma sensação de maturidade dos personagens e mostra uma realidade que eu gosto de ver nos livros. depois dele prefiro o cálice de fogo, que reúne tantas coisas legais num torneio muito emocionante! aliás, TODOS os livros são bons!

  2. Soraya Felix disse:

    É a Ordem da Fênix. Só nele conseguimos enxergar toda a complexidade da personalidade de Harry; todas as suas dúvidas, mágoas, desesperos. Afinal, é muita coisa para um menino carregar nas costas!!!! Em Ordem da Fênix Harry se apresenta mais velho, ciente de suas responsabilidades. Ele é mais real, afinal, é impossível passar por todo o sofrimento que ele passa sem um momento de revolta.
    A crise que ele tem no escritório de Dumbledore é o apice da trama.
    Além disso, é neste instante que fica claro a ligação entre ele e Valdemort.
    Todos os livros são geniais, o mais fraco, na minha opinião é a Camara Secreta, que mesmo assim é muito bom.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s